CDDH-Petrópolis

O Centro de Defesa dos Direitos Humanos de Petrópolis foi criado em 1979, com a finalidade de realizar, apoiar, assessorar e orientar iniciativas que contribuam para a concretização dos Direitos Humanos nas sociedades. Inspirado no lema “servir à vida”, o CDDH nasceu do movimento de um pequeno grupo de religiosos, que se reunia com o intuito de agregar a fé ao compromisso social. Leonardo Boff, filósofo, escritor e defensor da teologia da libertação é um dos fundadores da organização, da qual hoje é o presidente. A organização atua como multiplicadora de denúncias dos casos de violação de direitos nas sociedades e seus membros trabalham pela defesa dos que vivem à margem, dos excluídos socioeconômicos. O CDDH surgiu em uma época de grande fecundidade dos movimentos populares no Brasil e na América Latina, tais como as centrais sindicais e a central de movimentos populares. Em 35 anos de história, a organização se faz presente na formação de vários grupos, movimentos sociais e associações, buscando articular os direitos civis, políticos e socioeconômicos, através da realização de programas e projetos no município de Petrópolis. No início dos anos 90, o CDDH comprometeu- se mais intensamente, com os direitos ambientais e iniciou o desafio de pensar a ecologia não apenas como tema, mas como eixo transversal ao direito à vida. Hoje a organização elabora e realiza ações a fim de promover a consciência da necessidade de criação de uma ‘Cultura da Paz’, que propõe não apenas uma ausência de ‘guerra’, mas o desenvolvimento de uma metodologia de prática cotidiana, a partir de uma lógica mais includente. Além da rotina de ações de assessoramento e conscientização, a equipe mobiliza-se nas enchentes que atingem a região serrana do Rio de Janeiro, acompanhando e auxiliando desabrigados, famílias dos trabalhadores em greve, dos jovens e famílias moradoras de comunidades periféricas em Petrópolis.